26 julho 2009



Desde que resolvi retomar a vida de blogueira (rs), várias dúvidas me assolam. O que escrever, de que forma fazê-lo etc. No blog DESFAVOR (que tem um hmor tão ácido quanto impagável...) havia um debate sobre isso: escrever o que der vontade ou escrever o que interessa ao leitor? Como se não bastasse, olhando um especial tecnologia da GLOSS, falava-se sobre a necessidade de postar todos os dias, avisar aos amigos sobre o blog, falar sobre um assunto específico, em vez de fazer diários virtuais, porque assim você se destacaria mais. Bem, eu não quero necessariamente me destacar na blogsfera (ou blogosfera...sei lá..rs)...este blog surgiu de uma conversa maluca, e ficou pronto em 5 minutos.


Tudo bem, tudo bem...o layout não tem a minha cara, porque eu definitivamente não sou tão básica assim (minha mãe diz que dentro de mim mora uma perua, mas ela só sai de vez em quando...rs) mas eu não sei mexer em html, então, o que me resta é render-me aos modelos prontos e comuns.

Apesar de respeitar meus leitores, é claro, eu escrevo o que me dá vontade, quando me dá vontade, do jeito que me dá vontade, afinal, que graça tem um espaço desses se você acaba se obrigando a preenchê-lo? A gente já faz tanta coisa por obrigação...não quero fazer esta assim também. Aqui no Dignidade valem as minhas regras e espero que convivam bem com elas, ok?Rs. É isso.


------------------------------


Ando meio malcriada com as pessoas, admito. Sabe como é, todo mundo entrando de férias....e eu não...semestre apertando...TPM chegando...desintoxicação das compras...sim...esse período inicial da abstinência das compras é meio punk...rs...mas preciso ser forte...afinal, basta a primeira sacola e tudo vai por água abaixo. Creio que o submarino e a americanas.com descoobriram minha fase "Só por hoje não comprei nada"...estão lançando várias promos...fantásticas...seres da zona abissal...mas me manterei firme...
A luta continua, companheiros.
-----------------------------
Meu Baêa ganhou de novo!!!! 2 X 1 no Vasco...e quase ninguém acreditava...mas eu sempre acredito...hum, posso enfiar o pé no pensamento mágico e acreditar que a citação no Blog deu sorte?!
-----------------------------
Este seria meu sonho de consumo....

Se viesse com a opção "localizar"...of course!
-----------------------
Dica de hoje!
Eu já falei de filme, de série e sei lá mais do que...hoje falo de Dostoievski...um cara que tinha sensibilidade fabulosa e sabia, como poucos usar as palavras. A despeito de uma vida complicada, árida e inundada de cruel realidade, encontrava nas palavras uma forma para salvar os outros e a si mesmo.

São Petersburgo, Rússia.
Terra natal de Dostoievski....

Nenhum comentário: