30 setembro 2009

Motivação zero pra aula...

Olá pessoas,

cá estou eu, buscando motivação apara assistir uma aula que vai de 13:30 às 17:05...aff...a aula é boa, ás vezes, mas quando a professora resolve dar uma de terapeuta e analisar as nossas escolhas, interpretar nossas frases e quere descobrir o eu escondido de cada uma...é de doer. Ela não tem nem formação pra isso, nem aula serve pra essas coisas..e convenhamos, ela não tem nem talento pra terapeuta...ela não sabe escutar!

Por isso..sem culpa..estou no lab...atualizando o blog...batendo papo no gtalk....debatendo ciência por e-mail...baixando o mais recente episódio de Bones...quer dizer, o mais novo será exibido hoje no Canadá e graças às nvas tecnologias da comunicação, amanhã já terá link....sem legenda, of course, mas...quem se importa?!

Enfim, daqui a pouco terei que ir à aula ...falar do meu eu profundo....rs

As aulas desse semstre não me fazem antever um semestre sombrio, como já falei tantas vezes...mas há momentos em que eu peço pra sair, viu! Aula de segunda a sábado...isso mesmo, caros leitores, à sábado....é para os fortes...rs

E ainda por cima tem o trabalho. Ok, eu adoro ser psicóloga, gosto de atender meus pacientes e mesmo com a rotina dificil de um hospital, é gratificante fazer a diferença para alguém...agora tenho uma estagiária..uma que parece que não dará trabalho...rs...ao contrário, me estimula a estudar mais na medida em que traz dúvidas e contribuições...legal. Mas o clima interno do serviço não está bom...o silêncio que precede o esporro...sabe? Conversas de canto...caras amarradas..fofocas....odeio tudo isso...mina as relações e estraga até o ar...estou tentando me manter loge de tudo isso, para não em contaminar...quero entrar, atender, concluir, sair. Ilesa, inteira, sem veneno.

Até mais...

3 comentários:

Josilene disse...

Algumas aulas são terríveis mesmo. Mas eu sou obrigada a dizer isso: que bom que sua aula hj foi ruim... o papo por email/gtalk tava ótimo.

Bisous!

Débora Quirino disse...

Oi passei pra conhecer o seu blog e gostei muito do jeito que escreve.´
Já virei seguidora.
Bjao!

Débora Quirino disse...

Conselhos de um não psicóloga:
Sorrisos, muitos sorrisos para as conversas de canto e caras amarradas.
Um sorriso derruba qualquer um!