31 outubro 2009

Olá pessoas,


pergunta: estudante é perseguida por uma multidão, dentro de uma faculdade...motivo? Usava uma roupa curta.

Verdade ou mentira?

Não...não é pegadinha do malandro...é verdade...e isso aconteceu entre nós...aqui no Brasil... onde as pessoas se vestem da forma mais descontraída possível, saem peladas ou quase peladas no Carnaval e usam biquínis que parecem mais band-aids que roupas de banho.


Na primeira vez que passou a matéria no jornal, confesso que fiquei meio confusa por não entender o motivo da agressão. Claro que não haveria justificativa aceitável...mas eu tentava, em vão, entender. Lá pela quarta exibição eu me convenci de que era aquilo mesmo. Não, minha gente, eu não sou burra....rs...acreditem....é que o troço era tão surreal que eu precisei ouvir várias versões para acreditar que havia mesmo sido feito muito barulho por nada. A moça alegou ter ido assistir aula vestida daquele jeito pois iria a uma festa depois...e eu acho que, a despeito do bom ou mau gosto da roupa...as pessoas deveriam ser respeitadas ainda que estivessem peladas, afinal de contas, seria o respeito algo maleável? Algo que só se mantém em certas situações ou mesmo diante de certos tipos de roupas? É lamentável pensar que nosso comportamento pode descambar em absurdos como este.



----------------------------


Pérola diretamente vindo do Caldeirão do Huck ára um cara que está nos EUA tentando ganhar a vida:

“cara, volta logo pra cá, que aqui tá cheio de emprego!”

Oi?!

Melhor do que essa, como diz minha professora, só ele dizendo para as pessoas comprarem Centrum a fim de suprir suas necessidades vitamínicas...claro...quem não pode fazer o mínimo de refeições necessárias vai mesmo poder comprar vitamina....e com grife...


Ninguém merece!




Até mais....

Nenhum comentário: