15 dezembro 2009

Bem vindo ao mundo cão

Chego cansada do trabalho...ligo a cafeteira e vou tomar banho....deixo que a água leve o cansaço...volto ao quarto e ligo a TV, não interessada no que vai passar, mas quase por uma necessidade de ouvir vozes, barulho, algo que preencha o silêncio de uma casa vazia. Começa o noticiário. Entre um gole e outro do café, as notícias vão pasando. São as mesmas de sempre, a maioria fúteis. Uma dela me chama atenção. Descanso o pão e presto atenção nas imagens. Uma multidão olha atônita para uma mulher que chora. Um homem de semblante abatido começa a falar.

A notícia era sobre o assassinato de um irmão por outro. Eles não se davam bem, mas na manhã de hoje, as desavenças domésticas viraram crime. um tiro no peito e o jovem de 28 anos foi ao chão. Chamou pelo pai, mas levou outros 3 tiros que lhe roubaram, sem piedade, a vida.

O pai, um ex-policial, correu atrás do filho criminoso e lhe entregou à polícia.

Quanto vale uma vida?

Que importância têm os laços de sangue?

O que sente um pai quando vê um filho morrer biologicamente e outro social e simbolicamente, cruzando a fronteira do crime?

O sangue, ainda no chão, marca a tragédia. Certo é que amanhã ele será lavado. Os dois  jovens serão mais um nas estatísticas...da cadeia e do IML...

Mundo cão...em breve seremos um mundo de idosos e crianças......quem cuidará deles?

Nenhum comentário: