31 janeiro 2010

Olá pessoas,

trabalho em pleno fim de semana, ninguém merece...e quando a gente faz isso por livre e espontânea vontade? Maluquice...mesmo...rs...mas foi por uma boa causa...


Enfim, no caminho, como sempre, eu ou olhando a cidade que se movimenta...e especialmente hoje, quem dera eu tivesse a habilidade ninja de sacar o celular e rapidamente registrar as cenas que vejo e que chamam atenção...

Passo por um enorme galpão de uma instituição governamental, em seu muro é impossível não se ver a enorme placa que anuncia “Doações para o Haiti AQUI!”. Ao lado dela, invisível, havia um morador de rua, caído, sujo, dormindo em meio ao lixo e ao amontoado de coisas que chama de suas.

Que soliddariedade é essa que prega placas solicitando ajuda para o outro lado do mundo, mas pra colar esta placa teve que passar por cima de quem está tão perto?

Quem dera pudesse ser colocada uma seta que apontasse: ajude o Haiti, mas não esqueça esse que está tão perto...

Nenhum comentário: