04 março 2010

Estaria ela alucinando?!

O relato a seguir é baseado em fatos reais.

Cena 1: Criatura phina e fofa levanta em plena madrugada pra atender ao chamado da natureza e dar vazão às suas necessidades fisiológicas (nº1). Passando pela porta do quarto do pai ela ouve, ao longe, uma melodia conhecida. Pára pra ouvir melhor. Logo identifica: Slow dancing ina burning room - John Mayer.

Cena 2: Criatura phina e fofa decide ouvir algo diferente no mp3. Então coloca na FM. Uma música ensaia começar. Ela reconhece de imediato: Say - John Mayer.

Cena 3: Criatura phina e fofa vai ao banheiro no shopping a fim de se recompor dos efeitos devastadores do calor senegalez que faz na cidade. O serviço de som é ruim, falhado, e bemmmmmmmmmmm baixinho. Quase inaudível. Mas ela tem uma excelente audição. Apura os ouvidos e rapidamente identifica a música: Vultures - John Mayer.

Isso tudo aconteceu em menos de 1 semana.

Eu cheguei até a cogitar que estava alucinando. Tapei os ouvidos pra testar: se continuasse ouvindo, batata! Era alucinação!

Mas...não era....isso aconteceu mesmo.

Só há uma explicação: destino.

Can't you see the signs?!

Só falta John Mayer bater aqui na porta e dizer que fomos feitos um para o outro. rs.

Não se preocupem. Eu contarei pra vocês. Em detalhes.

3 comentários:

Josilene disse...

OOOOOOOI!


E a criatura fofa seria quem mesmo? hihihi

Fia... Tó as mãozinhas: .o. E eu tinha medo de mim qdo falava de Mike... tsc tsc tsc

Os sinais dizem é q o cara tá fazendo sucesso e provavelmente tem shoooooooooow!!! \o/

Beijão!

Juh** disse...

Adoro tua escrita, e o post anterior foi fantastico, tão detalhado que vivenciei com vc cada detalhe!
Essa vida de ônibus não é facil rs...
Quanto ao John Mayer, mentalizaaaa vai q acontece!
Bjus

Bracho disse...

Oi meninas,

brigadim pelos coments!

Sim, Ju, vida de quem anda de bus é difícil...rs...devia ter um manual de convivência...

Josi..tire essa maldade do seu coração! Não acabe com as minhas esperanças!! kkkkkkk

Ah, a criatura fofa...não faço idéia de quem seja (assobiando....)