29 julho 2010

Dos cansaços

Eu ando tão cansada que até as minhas ideias estão mais pobres.

Não faço mais rimas, não crio mais clima, me cansa até mesmo ir na esquina.

Parece que reclamo das mesmas coisas.

Sempre o trânsito, sempre o ônibus, sempre a ácida natureza humana.

Começo a semana contando quantos dias faltam pra terminar.

Começo o dia contando as horas de voltar.

Será que é a idade?

Será que é o mundo?

Será que é a minha idade neste mundo desacolhedor ?
(ok...não sei se essa palavra existe...mas que importa...só ela transmite o que eu queri dizer)

Não sei. Só sei que de vez em sempre eu bem que queria tirar férias de mim.

Dormir o sono dos justos, sair com os cabelos ao vento e não sentir o dia passar.

Nenhum comentário: