23 agosto 2010

P.S:

Enquanto escrevia o post anterior....passava na TV uma propaganda da GVT.

Nela, uma voz masculina anunciava que ter o melhor carro ou ter a melhor mulher era algo muito difícil...mas ter a melhor banda larga era fácil, bastava assinar GVT.

Nossa, eu fico passada quando noto a frequência com que essas situações degradantes acontecem e a gente simplesmente deixa de se incomodar. Não, eu não sou uma militante feminista radical, daquelas que vê preconceito e discriminação em tudo e quer ainda queimar seu sutiã na praça...

Mas não dá pra ser mulher...ver uma coisa dessas e achar "normal"...

Eu sei que não foi só na propaganda da GVT...nem é só na publicidade que vemos exemplos crassos da redução da mulheres à condição de objeto, mas eu não quero me furtar à luta, me furtar à queixa, me negar a exigir o respeito ao qual tenho direito....porque eu não quero ser incluída no combo cerveja e churrasco, não quero dar a patinha, levar tapinha na bunda, nem ralar no asfalto....



"Minha força não é bruta, não sou freira nem sou puta

Porque nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda

Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem"

(RITA LEE - Pagu)

Nenhum comentário: