16 março 2011

O cuidado com as palavras

Eu sempre admirei as palavras. Seu poder de modificar a história, de mudar vidas, de impulsionar movimentos, de trazer beleza e doçura para o mundo.....para mim, as palavras servem para iluminar a vida.

Entretanto, sei que tudo tem seu seu lado de luz....e seu lado de sombra. As palavras, infelizmente, não escapam a isso. Deste modo, também penso no poder destrutivo, aterrador, devastador, um poder semelhante ao das armas...muitas vezes mais letal que elas. 

Hoje eu senti isso bem perto de mim. Veio numa ligação despretensiosa, que nem tinha a ver comigo, mas que se revelou venenosa....tão tóxica quanto uma nuvem sulfúrica poderia ser. Fiquei chateada, magoada, irritada...nossa....uma montanha russa de emoções...ruins, o que dá uma vibe péssima...rs. E passei o resto da manhã e toda a tarde pensando nisso...naquelas poucas e afiadas palavras que me incomodaram tanto....mas a noite e sua brisa fresca, com um leve cheiro de mar clareou minhas ideias e me fez ver que eu estava dando mais importância do que devia.

A imagem que a pessoa fazia de mim, não era eu, mas a imagem dela de mim, certo? Certo. Isso é óbvio, mas guarda exatamente na sua obviedade, o seu esconderijo.

Que importa o que acham de mim? (Ok....somos socialmente construídos, portanto isso sempre importa...eu sei...rs)

Eu devo me importar com tudo que acham de mim? (por exemplo, que sou uma nerd...que me afundo nos estudos....que não tenho milhares de amigos e saio fazendo coração de mão nas fotos....argh)

A resposta é NÃO.

O que as pessoas de mim é problema delas, não meu, por isso não devo conceder a elas o direito de me atingir. Isso me fez ter certeza da música que escolhi para colar grau: Who says de John Mayer.

Bom, que seria dele, acho que todo mundo já sabia...rs, afinal, quem é o cantor que reina no meu mp3 e no meu coração? kkkkkk isso foi brega demais, minha gente, mas fazer o que....o homem é incrível...um bom cantor e um cantor bom...se é que me entendem...rs.

Eu escolhi Who says por três razões:

- porque é de John Mayer....um cara que me inspira com suas letras brilhantes e sua forma totalmente caótica de pensar e criar. Eu sou apaixonada por mentes criativas e inquietas (e atormentadas...rs).

- porque no VH1 Storytellers, o artista convidado conta como cada música surgiu, o que ela significa etc eJohn Mayer falou de Who says e como ela seria sua resposta aos opressores do mundo...àquelas pessoas que querem que você seja exatamente da forma como elas imaginam, no meu caso, como uma pessoa ultra popular...rs.

- porque o nome da música já diz tudo: Who says. Quem disse? Quem disse que a gente pode ser tolhido, formatado, comprimido, rotulado e guiado.

Enfim, é isso. No dia da minha formatura, quando tocar Who says e eu estiver me graduando na segunda faculdade, esta será a minha resposta para todos aqueles que ousam tentar me enquadrar....porque como disse Clarice

"e se me achar estranha, respeite. Até eu fui obrigada a me respeitar".

Pra vcs conhecerem Who says



Até mais.

Nenhum comentário: