28 abril 2011

Nem sempre eu sou essa chata, reclamona e que explode por qualquer coisa. Que parece ter uma bola de ferro amarrada aos pés e a arrasta pra todo canto. Que tem a cara fechada e o semblante pesado. Que tem pouca paciência e muitas respostas desaforadas. Que foge quando se apavora e diz que tá tudo bem quando as coisas estão bem ruins.

Dentro de mim também mora uma pessoa divertida, que ri de tudo e de nada, que sabe ouvir as coisas boas e as ruins, que topa aventuras malucas e quase infantis, que faz piada dos outros e especialmente de si. Que compra briga por outras pessoas, que acha que amizade é pra sempre. Que adora tomar banho de chuva, cheiro de livro, brisa do mar, sorvete de coco, batata frita em excesso, torta de limão e brigadeiro de colher. Que planeja mentalmente todos os dias a sua viagem a NY e que de verdade, de verdade.....morre de medo de gente, embora disfarce bem.

Nenhum comentário: