14 maio 2011

Oi, eu sou nerd.

A discussão sobre a qual me referi no post anterior me lembrou outra coisa então vou aproveitar e sugerir uma série de TV. Aliás, eu tinha me comprometido a comentar uma série toda segunda, né? Promessas....aff...nunca cumpro....rs.

A série em questão é Game of thrones, uma adaptação da série de livros Songs of fire and ice (traduzido como Crônicas de fogo e gelo), do americano George R. R. Martin, que estreou na HBO e está no quarto episódio.




Pela sugestão de uma amiga resolvi ver...mas confesso que cheia de preconceitos porque o nome é Game of thrones....e eu, na minha ignorância, achei que fosse algo relacionado a video game...rs.....

Bastaram alguns minutos para que a série me pegasse de jeito.....viciei total....e parece que isso não foi apenas comigo, pois a HBO renovou a série para a segunda temporada logo após o primeiro episódio!

Então...quem quiser dar uma espiadela....vá logooooooooooooooo! Não vai se arrepender!

Mas sim...eu falei da série porque nela há vários personagens interessantíssimos e entre eles: Lorde Tyrion Lannister. Ele é filho de reis, é um nobre.....mas crê que não é valorizado por ser.....anão.

São dele algumas das falas e passagens mais interessantes da série....várias lições, eu diria. Uma delas veio na conversa com um jovem que é filho bastardo de um nobre e se sente ofendido cada vez que alguém o chama assim. Notando esta sensação no jovem, Tyrion lhe diz que é importante saber quem ou o que se é, pois assim as palavras não nos atingirão de modo doloroso. Ele, por exemplo, sabe que é anão e portanto sua força no combate, no domínio de uma espada não seria como a de seu irmão....por isso ele lia muito, porque não tinha a força ou a espada, mas tinha mente.

Valorizar o que temos e observar com lucidez as nossas fragilidades.

Daí vem a frase título: oi, eu sou nerd. Quando eu estava na escola, ser chamada de cdf ou nerd era uma das maiores ofensas que poderiam me fazer...dóia, eu sofria.....e lutava ferozmente pra fugir desse rótulo. Deixei de sentar na frente e me mudei para o fundão, bem no meio da galera da bagunça....mas eu era uma cdf difaraçada porque as notas continuavam excelentes e a timidez gritante. Demorou muito para que eu entendesse que sim....eu sou nerd, eu sou cdf.....e isso não deveria me envergonhar nem orgulhar, mas ser apenas uma constatação. Eu amo estudar, ler, conhecer coisas novas, saber mais das antigas...dispenso festas por museus, teatro, cinema....não sou de baladas nem sou open house....não tenho hordas de amigos, não sou popular.

Ainda me chamam de nerd? Claro. E eu digo: sou mesmo.....seguindo com um sorriso tranquilo.

Saber quem a gente é muda tanta coisa....e acho que cria a verdadeira armadura que devemos ter....a da serenidade.

Até mais.

Nenhum comentário: