01 junho 2011

Das coisas que eu acho brega....

ir a algum lugar e ficar bradando aos 4 ventos como o achou feio, sem graça ou coisas afins. Se você pode dizer a mesma coisa com mais cuidado e, consequentemente, respeito, porque não fazê-lo?

"Ai.....você vai mentir sobre o que achou? Vai esconder a sua opnião pra não pegar mal?"

Não. Basta falar das suas impressões imaginando que é você ouvindo outra pessoa falando da sua cidade (ou de uma cidade/local) que você gosta muito.

É, minha gente, eu tenho esse nível de frescura com as coisas. Ficou meio magoada quando esculhambam de modo descuidado/desrespeitoso as coisas que eu gosto, daí acabo expandindo isso pra outra situações, como essa em que vi uma pessoa metendo o pau numa cidade aí. Não moro lá, nunca fui, nem sei como é, mas achei deveras desagradável ler aquilo. A pessoa que falou mal do tal lugar eu também não conheço além dos posts que leio na internet, mas tinha uma certa simpatia....que se perdeu nesses relatos de viagem recheados de coments...er....desagradáveis.

Eu disse isso pra pessoa, pelo twitter e é claro que não representa nada na vida dela. Mas eu quis dizer. E quis parar de seguir também, porque de que me serve ficar lendo algo que vai totalmente contra o que eu penso? Uma coisa é você aprender a conviver/interagir com pessoas com ideias diferentes das suas....outra coisa é você perder tempo com gente que faz coisas dispensáveis nesse mundo que já é bem tosco por si só.

Então assim eu sigo, descartando o que me sobra e que não foi possível reciclar. A viagem é longa, não comporta, pois, peso desnecessário.

Até mais.

Nenhum comentário: