16 dezembro 2011

Toc toc.....ainda lembram de mim?

Olá pessoas,

tudo bem?

Olha só, eu acho um saco gente que fica se desculpando por tudo e faz isso toda hora. Não tenho muita paciência (com nada...rs) e acho isso meio irritante, por isso não pretendo ficar enchendo o saco de vocês por aqui fazendo isso. Mas preciso realmente me desculpar por esse fato lamentável: 

Gente, que coisa lamentável....sexta feira chegou e eu me dei conta de que a ultima atualização do blog foi na segunda feira!!

Quase uma semana sem atualização não é admissível, né? Isso me deixou chateada porque esse espaço não é uma obrigação, mas um prazer, e isso cria em mim um senso de comprometimento ainda maior. 

O que aconteceu foi que o tempo ficou apertado por causa dos plantões (e tenho mais um amanhã!), mas isso não pode (e nem vai!) servir como desculpa pra que o Dignidade crie teias de aranha. Então, não se preocupem, nesse exato momento tem um arquivo aberto bem na minha frente com uma lista de tarefas, pessoais e do blog, bem como uma espécie de planejamento de comunicação para este espaço. Sou graduada em Relações Públicas e, apesar da experiência profissional ser zero (forme em maio e o trabalho como psicóloga me absorvia), uma coisa eu aprendi: planejamento em comunicação é FUNDAMENTAL.

Desculpas apresentadas, vamos ao que interessa: hoje é sexta feira...dia de estréias no cinema!! No quesito cinema, se tem um site que adoro é o Cineinsite.com.br. Bem feito, sempre atualizado, fácil navegação. Foi dele que retirei as informações que se seguem. São filmes que estreiam hoje em Salvador e creio que em todo o Brasil. Destaquei três cujos traillers me chamaram muito a atenção e me deixaram curiosa porque nem havia ouvido falar deles. Talvez pelo bombardeio de filmes de super heróis e catástrofes, né? (Nada contra, exceto quando satura...) por isso acho que vale a dica. 

Eu pretendo dar uma olhada e vocês? Já viram? Vão ver? 


A árvore do amor

Título Original: Under The Hawthorne Tree, Gênero: drama; País: China.


Durante a Revolução Cultural, a jovem estudante Jing é mandada com sua classe para o campo, no processo de "reedução" dos intelectuais urbanos. Lá ela conhece Sun, um jovem geólogo, de uma família mais rica e prestigiada do que a dela. Apesar dos impedimentos, os dois se apaixonam. Do diretor de O Clã das Adagas Voadoras e Lanternas Vermelhas.




A chave de Sarah

Título Original: Elle s appelait Sarah; Gênero: Drama


A trama acompanha uma jornalista americana (Kristin Scott Thomas) que vive na França e é designada para cobrir as comemorações do 60º aniversário do Vel dHiv, episódio do qual ela nunca ouvira falar até então. Ao apurar os fatos ocorridos, a repórter constata que o apartamento para o qual ela e o marido planejam se mudar pertenceu aos Starzynski, uma família judia imigrante que fora desapossada pelo governo francês da ocupação, e em seguida comprado pelos avós de Bertrand. Julia decide então descobrir o destino dos ocupantes anteriores – e a história de Sarah, a única sobrevivente dos Starzynski, é revelada. 




Triângulo amoroso


Título Original: Drei; Gênero: drama.

Hanna e Simon são casados e vivem em Berlim. Hanna conhece Adam, com quem inicia um caso extraconjugal. Ao mesmo tempo, Adam também é apresentado a Simon e os dois se tornam parceiros de natação. A amizade logo evolui para um relacionamento amoroso e os três passam a viver um secreto triângulo amoroso. Do diretor de Corra Lola, Corra. Seleção Oficial Festival de Veneza 2010.





Continuem comentando e seguindo o blog. Fico muito feliz!! :)

Até mais!

Um comentário:

Millena Bezerra disse...

Cinema... filmes... faz tempo que não sei o significado destas lindas palavrinhas.
Tinha combinado com umas primas de ir assistir Amanhecer [era o aniversário de uma prima fã e ela merecia!] mas furou. Tinha combinado de ir assistir O Palhaço, mas furou.

Não some não, ok?