05 março 2012

Resenha - Se eu morrer antes de você

Olá pessoas!

Hoje teremos resenha do livro Se eu morrer antes de você, da autora Allison Brennan e enviado pela editora parceira:






Como eu conheci a autora:


Quando o livro chegou. Sério! 




A editora Universo dos Livros permite que os parceiros escolham qualquer livro do catálogo (♥♥♥♥), mas acontece que no momento de decidir, eu não conhecia os autores e preferi ler as sinopses dos títulos que tinham me interessado e foi assim que escolhi Se eu morrer antes de você. Nunca tinha ouvido falar de Allison Brennan e essa surpresa é uma das coisas que mais me agrada no relacionamento com as editoras.

Contando apenas com um resumo da obra e poucas informações sobre os autores, a surpresa acontece quando recebo esses livros em casa e me lanço na aventura de conhecê-los. Como costuma dizer uma amiga: saio da zona de conforto. Passo a conhecer outros gêneros, outros estilos e isso é muito, muito legal!


A edição:

Uma coisa me chamou atenção logo que vi o livro no site: a comparação entre o título/capa e a sinopse; não encontrei relação entre a imagem/nome, que me remetiam a um tipo de história mais introspectiva e triste e o enredo propriamente dito. Entretanto, pensei que durante a leitura isso ficaria mais claro. Não ficou. Terminei o livro ainda buscando a conexão. A capa eu entendi, mas o nome....não. Fiquei no vácuo, gente. Não houve modo de entender o que tem a ver a história com esse título, pelo menos sua versão em português.

Neste livro também encontrei alguns deslizes na revisão, o que me lembrou o ocorrido em Príncipe Sombrio. Em várias passagens as palavras apareceram grudadas, ou seja, sem espaçamento entre as mesmas. Há também supressão de letras e frases ambíguas ou mal escritas, o que creio ser consequência de erros na tradução. Neste ponto eu gostaria de fazer uma ressalva: não sou tradutora, não sou expert em inglês, mas quando levanto a hipótese de erros de tradução me refiro à frases que visivelmente foram traduzidas na ordem incorreta, comprometendo a estrutura das mesmas.


O livro:

Depois dos parágrafos acima, talvez vocês estejam pensando que eu não tenha gostado do livro. Ao contrário, eu gostei muito! Mas, preciso dizer algo mais para sustentar a minha resenha do que um mero “gostei” ou “não gostei”, não é?

Vamos lá!



O livro traz a história de Lucy Kincaid, uma jovem com um passado doloroso: seis anos antes havia sido estuprada depois de ter marcado um encontro pela internet e quase foi morta na ocasião. Na época atual ela se dedica ao trabalho de “monitorar” criminosos sexuais a fim de mandá-los de volta à prisão por violação de condicional. Além disso, prepara-se para a seleção de agentes do FBI.

O enredo apresenta grande parte dos clichês de livros de suspense, em especial os que contam com o envolvimento de serial killers. Tenho um certo pé atrás quando os livros envolvem vítimas de violência, por que elas quase sempre são colocadas em um dos extremos: ou são infantilizadas ou super heroínas. Lucy Kincaid teve seus momentos de fragilidade, naturalmente, e seus momentos de heroísmo, mas nada exagerado ou inverossímil.

No começo fiquei um pouco confusa pela quantidade de personagens; ficava perdida com os inúmeros nomes e sobrenomes, tentando me orientar para saber quem era quem, quem fazia o que. Em algumas passagens, foi necessário reler os diálogos porque ficava confusa sobre a autoria das falas. Mas isso não foi frequente de modo a comprometer o enredo e talvez tenha sido uma dificuldade minha e não, necessariamente, do texto.

Em minha opinião, o maior mérito do livro foi a discussão sobre as repercussões sociais e psicológicas da violência, em especial, do estupro. A luta de Lucy o tempo todo se refere a se livrar do rótulo de vítima, a não permitir que as pessoas se relacionassem com ela através do filtro da violência sofrida. Ser normal era tudo que ela queria.

Mas, nem só de ação é feito Se eu morrer antes de você! Há romance também e acho que Brennan foi bem sucedida nas cenas, sem fazer melodrama, mas sendo doce (e sensual!) e coerente com os acontecimentos.

Quando pensei em falar do vilão, fiquei cheia de dúvidas. Não foi aquele personagem que me fez morrer de medo, e, ao mesmo tempo ficar fascinada, sabe. Eu diria que a autora manteve a receita de bolo do serial killer que tem um trauma e passa a fazer maldades, como forma de reparar a sua experiência dolorosa, sempre sendo guiado pelo seu sistema de valores deturpado.

A justiça americana não é um sistema perfeito, mas é o mais próximo disso”...era a frase que podia ser lida nas entrelinhas e, em alguns momentos isso foi dito explicitamente. Essa exaltação da perfeição americana me irrita tanto quanto a nossa exaltação da felicidade extrema, mas esse elemento foi tolerável. Outra coisa que me incomodou um pouco foi a presença do estigma russo: máfia, drogas, prostituição; aqui, não apenas a minha paixão pela Rússia falou alto, mas também a minha queixa quanto aos estigmas que nos fazem reduzir as pessoas ou povos a um rótulo ou conjunto de definições cristalizadas.


Apesar das queixas acima, acho que a autora tem um feeling muito bom para suspense, com um ritmo de narrativa bastante ágil, mas sem apressar as coisas, como se as cenas e acontecimentos se atropelassem. Brennan despertava a ansiedade com momentos de suspense, mas aliviava um pouco para respirarmos e retornava com os picos de tensão. 


Eu realmente fiquei presa à leitura, devorando cada página e louca para saber o que viria a seguir, quais pistas eram quentes. Só consegui largar o livro quando houve o desfecho. 





Devorei as 470 páginas em 3 tardes e fiquei ansiosa com os acontecimentos como se estivesse vendo um filme, muito em consequência da boa capacidade descritiva da autora.



Curiosidade:

* Se eu morrer antes de você (Love me to death) faz parte de uma série chamada Série Lucy Kincaid e no final dele é possível ler um trecho do segundo volume, intitulado Kiss me, Kill me. Nos EUA já foram lançados quatro livros, há mais dois com previsão de lançamento para este ano e outro para 2013.



* Leia aqui o primeiro capítulo, disponibilizado pela editora Universo dos Livros:  https://www.facebook.com/notes/love-me-to-death/se-eu-morrer-antes-de-voc%C3%AA-cap%C3%ADtulo-um/269246713114868

* Visite aqui o site da autora: http://www.allisonbrennan.com/


Ficha técnica:

Livro: Se eu morrer antes de você (Love me to death)
Autora: Allison Brennan
Tradução: Cristina Tognelli
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2011

Nenhum comentário: