17 junho 2012

Keep calm...and start to count!

Olá pessoas!

O post de hoje não fala de livros, nem nada diretamente relacionado à eles, como é o foco do blog. Entretanto, como este espaço também comporta outras experiências que gosto de compartilhar (nem que seja comigo mesma, pra dar aquele apoio moral, sabe), aqui vai uma delas: rehab de compras, aqui vou eu.

Ok, esse é o momento em que vocês podem colocar na caixa de busca a palavra "compras" e aparecerão vários milhares de posts falando sobre a minha "decisão" de comprar menos. Variava o período delimitado (de 1 mês a 1 ano), mas se mantinha um elemento: eu nunca cumpri!

Por isso, eu não vou ficar chateada se ninguém acreditar na minha decisão atual; muitas todas as pessoas me disseram que eu falharia na primeira semana, que não resistiria, que era radical e coisas do tipo. 

6 meses, ou, mais especificamente, 26 semanas. Esse foi o prazo que determinei sem compras na minha vida. Não é grande coisa, eu sei. Pode parecer fútil e irrelevante pra muita gente, mas eu realmente quero repensar os meus hábitos de consumo. 

Gosto de comprar? Sim. E sei que continuarei gostando bastante, mas também acho que essas férias para o cartão serão importantes para avaliar as compras de fato necessárias e aproveitáveis. Mas, vejam, quando digo necessárias, não digo apenas essenciais, afinal o conceito de supérfluo para mim é flexível. Aquelas coisas que não são fundamentais para a sua existência, mas que alegram o seu dia, pra mim, também podem ser fundamentais em alguma medida. Lembram do lema: "a vida é curta para cafés ruins". Pois é.

A interpretação é sempre livre e pessoal, eu sei, mas caso algum familiar/amigo/conhecido se pergunte "What the hell?!" (gente, eu AMO essa expressão! ♥♥♥), aviso logo:

- eu não acho que pessoas que gostam de comprar são fúteis, como muita gente gosta de insinuar. Não é uma relação se/então, logo...deixem de besteira porque a vida é muito mais complexa que definições idiotas e limitantes.

- eu não estou quebrada/devendo cartão, ou coisa que o valha (kkkkkkk)! 

- tentarei não ficar mais mal humorada do que já sou (sim, sou bronquinha, às vezes de tal forma que eu mesma rio do papel ridículo). Me manterei a base de café, séries e leitura - coisas que sempre me deixam de bom humor.

A postagem saiu hoje porque completo 1 semana sem compras. Imprimi até um contrato, firmado comigo mesma, com a suspensão de compras em loja física, via internet e catálogo de roupas, sapatos, bolsas, acessórios, livros, cds, dvds ou quaisquer itens a eles relacionados.

Estou pensando em fazer um banner com uma espécie de contagem regressiva ou posts dando notícias da rehab. Eu não sei se isso vai interessar a alguém (a moça do 1 ano sem Zara me divertia muito com seu blog!), mas servirá para que eu acompanhe meu próprio processo. Em breve, darei notícias. E vamos lá!




*momentaneamente...pra pensar*

Nenhum comentário: