01 junho 2012

Promoção Dia dos Namorados!


Olá pessoas!


Todas as cartas de amor são ridículas. Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas” – já dizia o poeta Álvaro de Campos. O fato é que, independente disso, as cartas sempre tiveram papel de destaque nas histórias de amor, fascinando muita gente até mesmo hoje, na era do e-mail e SMS.


Foi pensando nessa união entre amor e carta - antiga, feliz e que aguça a nossa curiosidade-, que o blog Dignidade não cabe aqui e a Editora Globo Livros resolveram comemorar o Dia dos Namorados, sorteando 1 exemplar do livro:



 Para sempre: 50 cartas de amor de todos os tempos



Cartas são diferentes de e-mails não por serem escritas no papel. Mas porque são escritas no papel, que tem de ser devidamente escolhido, além de reter de certa forma o contato com a mão que escreve; e porque são escritas à mão, cuja letra revela a idade, o sexo, a cultura, o estado de espírito do autor; e porque são escritas no isolamento e na distância, tornando-se um monólogo sensível e elaborado que deve, porém, ter em vista ser parte de um diálogo lentamente em construção; e porque, enfim, se tornam parte de quem as escreve (levando às vezes perfumes, às vezes lágrimas) e de quem as recebe. Certas cartas eram guardadas ao longo de toda a vida. E certas cartas são guardadas ao longo da história. É o caso das escolhidas para integrar este livro. Todas traduzidas diretamente por vários tradutores, e reproduzindo conteúdos fac-similes, como os desenhos de Maiakóvski, além de trazerem pequenas notas sobre o autor – ou autora – e notas que esclarecem nomes e circunstâncias citados. A maior parte da coletânea se concentra nos últimos três séculos do milênio passado. Também se procurou equilibrar as cartas em língua portuguesa e aquelas em línguas estrangeiras. Dessa forma, o leitor poderá encontrar não só cartas de autores brasileiros ou portugueses, mas também cartas originalmente escritas em latim, francês, inglês, entre outros idiomas. A lista de autores fala por si: Cícero; Plínio, o Jovem; Tsui Inging; Henrique VIII; Sra. Shigenari; Voltaire; Beethoven; D. Pedro I; Victor Hugo; Musset; Chopin; Gonçalves Dias; Machado de Assis; Eça de Queirós; Rui Barbosa; Cruz e Sousa; Olavo Bilac; Franz Kafka; Gibran Khalil Gibran; Augusto dos Anjos; Fernando Pessoa; Katherine Mansfield; Antonio Gramsci e Maiakóvski. *texto retirado do site da editora*

Então, vamos às regras? Como a promoção anterior, da Globo Livros, é beeeeem livre e não há itens obrigatórios, essa vai apertar vocês um pouquinho mais, mas eu prometo revezar, ok:



A promoção é válida até o dia 12 de Junho.

Lembrando sempre que:

- O ganhador deve ter endereço de entrega no Brasil;
- O livro será enviado pela Editora Globo Livros;
- Perfis fakes, criados apenas para promoções, serão desclassificados. Má fé não será tolerada.

Boa sorte e um beijo,

Nay.

Nenhum comentário: