20 agosto 2012

Indicação de série: Pretty Little Liars


Olá pessoas!

Nunca mais falei de séries de TV por aqui, hein?! Nossa, e eu gosto tanto dessas "histórias fatiadas", que elas acabaram entrando como objeto de estudo do meu TCC em Comunicação Social!  

Bom, bateu a saudade e cá estou.



A série indicada de hoje é Pretty Little Liars, lançada em 2010 e baseada na série de livros escrita pela autora Sara Shepard. Já vi muitas referências aos livros, mas nunca li nem uma linha deles. A própria série de TV já havia sido indicada a mim há muito tempo, mas eu nunca dei bola, achando que era apenas mais uma série teen, cheia de meninas com guarda-roupa primoroso, dramas superficiais e carros (e namorados) fantásticos.







 Ok, Pretty Little Liars tem um figurino de babar (exceto o de Aria, que peca pelo excesso e só gosto das roupas de festa e o de Emily, que parece que só usa roupa de corrida/natação), carros maravilhosos e namorados bem bacanas, mas não é só isso. 


Já começa com uma das aberturas de séries mais bacana EVER:








e a versão do episódio de Halloween:





 É simples, sombria, mórbida ....e incrível!




 A série fala de 4 amigas: (da esquerda para a direita) Spencer Hastings, Hannah Marin, Emily Fields e Aria Montgomery (meio/frente), não lá muito populares, mas que se tornam "O grupo" ao se unirem a Queen bee Allison DiLaurentis. 







Acontece que Allison desaparece e vemos um cenário completamente diferente, com o esfacelamento dessa amizade. Esse evento mudou a vida das meninas para sempre e, um ano depois, as vemos novamente reunidas diante da notícia de que o corpo de Allison havia sido encontrado. Aí começa o drama, com o envio de mensagens de texto ameaçadoras, enviadas por alguém que se apresenta como A. 







Não se enganem com essa carinha de anjo! -----





A série não poupa elementos assustadores e que seriam julgados de péssimo gosto, não fosse a forma fantástica em que são inseridos na trama. 

Confesso que, às vezes, me dá um certo medinho da imaginação da Sara Shepard e dos roteiristas, viu!






Acho Pretty Little Liars uma série de suspense muito bem feita, com roteiro bem desenvolvido e que chega a dar bons sustos. Me agrada muito que, embora as personagens principais tenham, obviamente, muito destaque, os coadjuvantes também tenham histórias boas, bem eloboradas, instigantes, curiosas, o que faz da série uma trama intricada excelente e fácil de se apegar. Ideias como: "todo mundo tem um segredo", "até onde iríamos pelas pessoas que amamos", "o que define nosso caráter", "o que é melhor: uma verdade dolorosa ou uma mentira consoladora?", "quem julga, será julgado" etc, são os motes da série.

Quem matou Allison? Quem é A? O que aconteceu? O que ainda vai acontecer? Muitas perguntas, várias respostas falsas. Porta que levam a outras portas, que levam a outras janelas, armadilhas, emboscadas. Além do drama de serem “caçadas” por A, movidas como peças em um tabuleiro, as meninas têm seus dramas pessoais com que lidar, cada uma a seu jeito, do seu modo, dentro das suas possibilidades.

A série está na 3ª temporada e os mistérios ainda estão longe de ser resolvidos. 

Está enfadonho? Nem pensar! 

Espero ansiosamente cada terça pra conhecer mais uma peça do enorme quebra-cabeças. Pra quem gosta do gênero invetigativo/suspense, recomendo que comece agora mesmo a buscar os episódios. 

Com grande resistência, numa tarde de profundo tédio, peguei o primeiro episódio pra ver; com a mínima fé, deixei os 2 seguintes em stand by (Sim, quando vou conhecer uma série, sempre dou a chance de ver, pelo menos, 3 episódios!). Acontece que ainda no meio do primeiro, já estava providenciando o resto da temporada. 

Saldo: Dei cabo das duas temporadas em menos de 1 mês  (temporada 1 com 22 epis e temporada 2 com 25 epis) e estou em dias com os episódios na 3ª temporada. 

Confere aí e depois vem me contar: é boa ou não é?


Nenhum comentário: