02 março 2013

Das séries que descobri - Arrow


Olá pessoas!


Virou moda fazer spin-offs de séries. Como assim? Veja bem, você tem uma série que faz sucesso e aí você pensa: porque não desmembrar esta série, pegar um destes personagens e criar uma série só dele? Foi isso que aconteceu depois que Smallville terminou. Assim surgiu a série Arrow, com direção de David Nutter, tendo como protagonista o ator Stephen Amell, que, digo logo, não chega nem ao chulé do Justin Hartley, que fazia o Arqueiro Verde/Oliver Queen em Smallville.

Em Arrow, Oliver Queen continua sendo um playboy só que, em vez de assumir as Indústrias Queen após a morte dos pais, a série começa com seu retorno de um naufrágio, quando precisou viver 5 anos numa ilha, aparentemente deserta. Sua mãe, Moira, agora casada com o diretor financeiro da empresa, o recebe cheia de carinho, mas sua irmã Thea, apesar do intenso amor, ainda sofre as consequências dos 5 anos em que achou ter perdido pai e irmão. Ainda temos Laurel, que era namorada de Oliver, mas havia sido abandonada por ele. E, o pior, Oliver havia levado sua irmã no passeio de barco que terminou na tragédia já citada. No presente, Laurel namora o melhor amigo de Oliver, Tommy e ambos têm receio de como o playboy vai reagir a isso.


Bom, a série está no capítulo 16 (estreou em 10.10.12) e eu pretendo ver no que vai dar esta primeira temporada, mas não acredito que Arrow vá ganhar nem mesmo um box-tamanho-provador-de-loja no meu coração. Stephen Amell é lindo...e só. Acho ele fraco como ator, sem expressividade. Descobrimos que Oliver, durante 5 anos, foi torturado na ilha, por isso os episódios são recheados de flashbacks... chatíssimos. Laurel, a namorada abandonada, é uma jornalista meio chatinha, filha de um policial igualmente chato. Eles me fazem quase gritar: Chloe Sullivan, cadê você???? Tommy, o atual namorado era uma fofura, o namorado quase perfeito, mas caiu na chatice também. Várias tramas vão se desenvolvendo e percebe-se que a mãe de Oliver está metida em várias delas. Moira, pra mim, nem fede nem cheira, assim como Thea.

Mas, Nayara, se tudo é chato, porque você continua assistindo?


Também me perguntei isso e acho que continuo assistindo por causa de alguns personagens como o Dig; inicialmente contratado como segurança do Oliver, mas que se alia a ele na causa contra os malvados de Starling City. Dig é engraçado, correto, traz sanidade e discernimento ao Oliver, além de ser um gentleman. Nos últimos episódios, juntou-se à dupla Oliver-Dig a geek Felicity. Ela traz o clichê de menina não tão bonita, escondida atrás dos óculos, mas muito inteligente e que se derrete pelo chefe bonitão, mas, quem sabe, possa evoluir.




É isso, parece que Arrow teve renovação para a segunda temporada. Pelo visto, a Warner aposta nela. Eu...nem tanto. 

Nenhum comentário: