05 abril 2014

O canto das sereias (Val Mcdermid)

Olá pessoas!

Quando a editora Bertrand Brasil, mais recente parceira do blog, mandou a lista com as opções do mês, rapidamente um título me chamou atenção: O canto das sereias (The Mermaids Singing, 1995). A sinopse falava de um serial killer que, aparentemente, matava homossexuais com base em métodos de tortura medievais. Pra completar, havia um psicólogo e a autora deste enredo era escocesa.

Idade Média + serial killer + psicologia + escritor de país gelado* =

*Eu tenho uma teoria de que autores de países gelado, tipicamente mais sombrios, têm um borogodó a mais pra escrever cenas de crimes/suspense/terror #medeixem*.

E foi assim que fui apresentada à Val Mcdermid, a mulher que criou uma história cujo personagem central é o psicólogo Tony Hill, especialista em perfis criminais, convidado a participar da investigação sobre o intitulado “Assassino de bonecas”. A cada corpo encontrado, a violência evidenciada era mais forte e o cenário mais repugnante, forçando a polícia a correr contra o tempo para prender o responsável por aquela onda de horrores. No meio disso havia uma jornalista querendo abrir seu caminho sem medir esforços, alianças ou riscos, uma inspetora inteligente e confusa em relação a seus sentimentos e policiais altamente vaidosos e relutantes em aceitar ver seu território invadido.

Considero que um bom livro diz a que veio logo no começo e, sem dúvidas, O canto das sereias não perde tempo, gritando seu diferencial desde as epígrafes e garantindo a satisfação do leitor na primeira transcrição, quando fica bem claro que o conteúdo ali seria tudo, menos leve.

Achei ótima a estrutura que a autora montou, intercalando a) a ação investigativa sob a ótica dos diversos agentes da lei envolvidos, com b) a narração do assassino sobre sua “arte”, na verdade, a transcrição de disquetes por ele gravados.

Sim, minha gente, disquetes, fitas cassete e ausência de celulares são elementos da nossa história, já que o livro é de 1995. Vocês notaram que tô numa fase bem década de 90, né? Amo.

Devo dizer que, em alguns momentos, precisei dar uma parada na leitura; as torturas infligidas às vitimas beiravam o grotesco e o detalhamento de Mcdermid não poupa o leitor. Fica fácil sentir o sofrimento dos escolhidos e se angustiar ao pensar que, sim, seres humanos realmente fizeram (e ainda fazem?!) isso. 

Na minha opinião, Val Mcdermid tem um domínio narrativo excelente. Esse livro é o primeiro de uma série, por isso ela nos apresenta os personagens com elementos suficientes para que possamos manter algum tipo de ligação (repulsa, antipatia, curiosidade, empatia, pena, desconfiança), mas, ao mesmo tempo, deixando partes obscuras, condizentes com a complexidade que se espera de qualquer pessoa.

O livro não é marcado por diálogos fortes, e, nesse ponto, eu esperava mais, mas o enredo em si é muito bem elaborado, deixando que o leitor ande sempre desconfiado e com os bolsos vazios de certezas. Os momentos de tensão são fortes, prendem a atenção, angustiam e o clímax é de tirar o fôlego.

Considerei que o chefe Brandon e os demais policiais têm uma presença sem grande força; mesmo Cross, que é pintado como o durão, não segurou sua definição tanto quanto se poderia esperar, mas isso é até compreensível, pois o livro é mesmo de Tony e Carol, sendo os demais meros coadjuvantes. Destaco o fascinante trabalho que Mcdermid fez ao nos apresentar o perfil criminal, pela voz do Dr. Hill, bem como as contribuições de Carol, dançando entre as emoções femininas e masculinas com bastante desenvoltura.

Val Mcdermid contou uma história cheia de clichês, mas foi inteligente ao dosá-los e inserir elementos criativos e, ao mesmo tempo assustadores, criando um serial killer de respeito, daqueles que me fazem ter medo da imaginação dela! Chegando ao final da história, pensei: elementar, caro Watson, mas,até lá, caminhei, ou melhor,  marchei ansiosa e vorazmente, guiada pela escrita altamente cativante dessa autora.

---


O canto das sereias (The Mermaids Singing)
Autora: Val Mcdermid
Tradução: Michel Marques
Gênero: Suspense
Páginas: 490
Editora: Bertrand Brasil

---
Bônus:
O canto das sereias é o primeiro livro da série de Tony Hill and Carol Jordan. Os demais são:

The Wire in the blood (1997)
The Last Temptation (2002)
The Torment of Others (2004)
Beneath the Bleeding (2007)
Fever of the Bone (2009)
The Retribution (2011)
Cross and Burn (2013)

- A série de livros foi adaptada para a TV, sendo chamada de Wire in the blood e, segundo minhas pesquisa, parece já ter 6 temporadas.

Um beijo e até mais!


Nenhum comentário: